Nutrição

11 dicas importantes de nutrição para um potro saudável

Sobretudo, o início nutricional que um potro obtém pode ter um efeito profundo em sua saúde e solidez pelo resto de sua vida

Um potro saudável crescerá rapidamente, ganhando altura, peso e força quase diante de seus olhos. Do nascimento até os dois anos de idade, um cavalo jovem pode atingir 90% ou mais de seu tamanho adulto, às vezes engordando até 1 kg por dia.

Genética, gestão e meio ambiente desempenham papéis significativos na determinação dos padrões de crescimento individuais. Contudo, também é possível influenciar o crescimento e o desenvolvimento de um potro – para melhor ou para pior – com a nutrição que fornecemos.

Alimentar cavalos jovens é um ato de equilíbrio cuidadoso. haja vista que a interação entre genética, gestão, meio ambiente e nutrição é complexa. Embora não possamos fazer nada para afetar a genética de um indivíduo, podemos afetar a forma como essa genética é expressa em última instância.

O início nutricional que um potro obtém pode ter um efeito profundo em sua saúde e solidez pelo resto de sua vida. Ao nascer, é imprescindível que o potro consuma o colostro, que é rico em anticorpos que ajuda a protegê-lo contra doenças. Durante as primeiras semanas de vida, o leite da égua fornece tudo que um potro em crescimento rápido precisa para seu sustento.

Já com 10 a 14 dias de idade, um potro pode começar a mostrar interesse em alimentação. Ao mordiscar e provar, o jovem equino aprende a comer alimentos sólidos. Seu sistema digestivo se adapta rapidamente às mudanças dietéticas.

Com 8 a 10 semanas de idade, o leite de égua sozinho pode não atender adequadamente às necessidades nutricionais do potro, dependendo da taxa de crescimento desejada pelo dono para o potro. Para atingir uma taxa de ganho mais rápida, grãos e forragem de alta qualidade devem ser adicionados à dieta do potro.

É essencial que a ração seja devidamente balanceada para vitaminas e minerais. Déficits, excessos ou desequilíbrios de cálcio, fósforo, cobre, zinco, selênio e vitamina E são uma preocupação particular no potro em crescimento. Quantidades ou proporções inadequadas podem causar problemas esqueléticos.

À medida que as necessidades dietéticas do potro mudam de leite para ração e forragem, seu papel em fornecer a nutrição adequada ganha em importância. Aqui estão algumas diretrizes para ajudá-lo a atender às necessidades do jovem cavalo:

1. Fornece volumoso de alta qualidade (feno e pasto) de livre escolha.
2. Suplemente com um concentrado de grãos de alta qualidade e adequadamente balanceado no desmame ou antes, se taxas mais rápidas de ganho forem desejadas.
3. Comece alimentando com 1% do peso corporal do potro por dia (ou seja, meio quilo de ração para cada 45 quilos de peso corporal), ou meio quilo de ração por mês de idade.
4. Pese e ajuste a ração alimentar com base no crescimento e na aptidão. Uma fita adesiva pode ajudá-lo a aproximar o tamanho do potro.
5. Os potros têm estômagos pequenos, então divida a ração diária em duas a três refeições.
6. Certifique-se de que os alimentos contêm o equilíbrio adequado de vitaminas, minerais, energia e proteínas.
7. Use um creep feeder ou alimente o potro separado da égua para que ele possa comer sua própria ração. Tente evitar situações de alimentação lenta em grupo.
8. Remova as porções não comidas entre as mamadas.
9. Não alimente em excesso. Potros com excesso de peso são mais propensos a doenças ortopédicas do desenvolvimento (DOD).
10. Forneça água limpa e fresca sem limites.
11. Ofereça oportunidade para exercícios abundantes.

E aí, gostou das dicas? Então, não deixe de consultar sempre um zootecnista especializado antes de fornecer qualquer suplemento ao seu potro. Além disso, continue acompanhando as notícias aqui no blog da Protécnica.

Por Cavalus Comunicação Equestre
Crédito das fotos: Divulgação/Pixabay

Clique aqui e veja outras dicas no blog da Protécnica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo