Dicas

Dicas de cuidados com os cascos do seu cavalo

Alguns cuidados são imprescindíveis com os cascos a fim de mantê-los resistentes, bem como a estabilidade do animal

Os cascos do seu cavalo são o alicerce. Independentemente da sua função, são nos cascos que o seu cavalo se garante. Afinal, no primeiro contato com o chão são com os cascos. É ele que protege e dá sustentações a uma série de estruturas da pata do cavalo. Como, por exemplo, falanges, tendões, ligamentos, articulações, etc.

Mas, primeiramente, o que é e onde fica localizado o casco? O casco é um estojo córneo protegido por uma parede de queratina que fica situado no final dos tornozelos em conjunto com as patas. Assim como a unha humana, cresce o tempo todo e se o cavalo não desgasta sozinho, precisa da ajuda de um médico veterinário especialista em podologia, também conhecido como ferrador.

Inegavelmente, o casco do cavalo é o alicerce. Então, se ele não estiver bem feito, fixado e estruturado, provavelmente o que tiver em cima será comprometido. Portanto, o trabalho do ferrador consiste em trazer o apoio para baixo da coluna óssea do membro, ou seja, encontrar um ponto de apoio para equilibrar um corpo tão grande.

Mapeamento do casco

Para isso, é necessário antes de mais nada fazer o mapeamento do casco. Com a ajuda de uma régua e uma caneta, o médico veterinário faz esse trabalho técnico e muito preciso. A partir de uma geometria, é possível encontrar os ossos que não é possível ver a olho nu.

No entanto, há alguns ferradores que usam um aparelho de raio-x para fazer esse mapeamento de forma mais precisa dos pontos anatômicos. Basicamente, para que você possa entender como funciona essa marcação, ela ajuda a localizar o centro da pata, o centro de rotação e o centro de força.

Vale ressaltar que somente dessa forma você poderá fazer a correção do casco da forma correta, usando os instrumentos básicos de um ferrador, como uma lixa e alicate. Não dói nada, é como cortar a unha, para isso basta seguir o formato da coroa.

Ahh… e não existe um tamanho ideal do casco para todos os cavalos. Cada um tem o seu perante a anatomia e a conformação própria. No quesito ferraduras, o uso só é essencial para os cavalos que tem contato constante com concreto e asfalto.

Por que é importante cuidar do casco?

Um casco bem cuidado, evita vários tipos de problemas. Entre as doenças, podemos destacar a síndrome navicular, que se trata de inflamações que atingem a pata do cavalo. Bem como outra que é chamada de sapinho, que é um mal cheiro causado pelo acumulo de bactérias na pata do animal.

Para se ter uma ideia, há, mais ou menos, 62 estruturas dentro do casco que podem ser lecionadas se for realizada alguma atitude incorreta com esse casco. Por isso, o acompanhamento de um profissional especializado para fazer a manutenção do casco do seu cavalo é imprescindível.

Contudo, você mesmo deve fazer uma manutenção diária dos cascos do seu cavalo. Ou seja, passando um limpador de cascos nas ranhuras naturais da sola, retirando detritos que ficam presos ou até passando uma cera para cascos (compre ceras clicando aqui)

Porém, na hora de fazer o casqueamento o ideal é sempre ter o acompanhamento do médico veterinário especialista em podologia. A frequência desse procedimento vai depender da atividade do cavalo e varia de um até três meses.

Por AV Comunicação Equestre
Crédito da foto: Divulgação/Pexels

Clique aqui e veja outras dicas no blog da Protécnica

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo